terça-feira, 4 de junho de 2013

Megadeth - Super Collider (2013)



Antes tarde do que nunca, mas serei franco! Era melhor que o tarde, nunca chegasse, tudo porque o álbum em questão me deixou completamente decepcionado, talvez por se trata da minha banda preferida eu acabe depositando expectativas demais em cima do Megadeth. Banda está que tinha tudo para lançar um novo Endgame já que vinha com a mesma formação de TH1RT3EN, e ainda contava com a motivação de se trabalhar para um selo novo e com a participação de uma série de convidados, responsáveis pela presença de trompete, violino e gaitas de fole nas músicas (embora seja mais do que sutil), além de David Draiman, vocalista do Disturbed/Device. E com isso a banda tentou fazer algo diferente sem abrir mão da veia Thrash resultado, NÃO FICOU LEGAL! “Kingmaker” inicia o álbum com o típico thrash e heavy metal, característica do Megadeth que soa muito inferior, grande parte pelas linhas vocais que deixam uma sensação de que a faixa simplesmente não chegará a nenhum lugar, “Off The Edge” se revela uma das mais pobres composições da carreira do Megadeth, superando musicas do álbum Risk. A melhor faixa do álbum fica por conta de “Cold Sweat” por se tratar de um belo cover do Thin Lizzy. Moral da história desde a volta do Megadeth em 2003 a banda vem lançando álbuns com composições repetitivas. E Super Collider, é um trabalho sem identidade, e com várias músicas sem o menor propósito de existência além de preencher lacunas no tracklist. As letras se mostram simplistas, sem nenhuma mensagem, bem diferentes do que já foi feito anteriormente. Acho que está na hora de mestre Dave repensar o futuro da banda. E se a resenha deste álbum também não ficou boa, me desculpem, mas o álbum não merece muito mais do que isso.





01. Kingmaker
02. Super Collider
03. Burn!
04. Built for War
05. Off the Edge
06. Dance in the Rain
07. Beginning of Sorrow
08. The Blackest Crow
09. Forget to Remember
10. Don’t Turn Your Back…
11. Cold Sweat (Thin Lizzy cover)

Link nos Comentários

5 comentários:

  1. http://www.4shared.com/rar/njLFvtm_/sh_-sc.html?

    ResponderExcluir
  2. cara,na boa, para mim pelo menos, músicas que contam histórias de vidas não emplacam sucesso, como ele quis na musica the blackest crow,que é sobre a sogra dele que sofre de alzhimer.
    achei o àlbum mais ou menos, pq a primeira pessoa que tem que gostar do trabalho é o próprio artista, dessa vez a volta de Ellefson "piorou", quando ainda era o Lomenzo, emplacaram sucesso no United Abominations e Endgame, no Thirteen de todas, só public enemy sudden death new world order e black swan gostei mais, desde quando ele parou de ter aquela mágoa do Metallica, poucas músicas fizeram sucesso, talvez o Megadeth não esteja no seu fim, é pq tbm depois de se converter ele não quer colocar palavras fortes demais...
    Isso por mim, por favor responda, quero saber sua opinião sobre isso.

    ResponderExcluir
  3. Acho que o erro nesse álbum foi de a banda ter tentado inovar de mais adotando ares mais melódicos , não vejo a volta de Ellefson como motivo para declínio do Megadeth, pois a banda já vinha num desgaste muito grande, talvez o ultimo sopro do velhos tempos tenha sido o Endgame motivado pelo Death Magnetic. Por ultimo acho que Dave deve parar com essa crise da meia idade e voltar a fazer o som de antes, ou então dá um tempo pra realmente voltar com ideias novas. O único bom é que para fãs como eu sempre vamos ter o que comentar do Megadeth seja isso bom ou ruim diferente do Metallica que sabe-se lá quando pretende lançar um álbum novo.

    ResponderExcluir

Depois de fazer o download,diga-nos oque achou,deixe seu comentário,todos os comentários serão respondidos.